Tag Archives: House

Chorando sangue…

23 abr

Série: House
Episódio: #17 – We Need The Eggs
Temporada: 8ª
Exibido em: 16/04/2012
Canal de Exibição: Fox
Spoilers: Sim
Estrelas: 1,5 em 5 (só pela falta de vergonha na cara)

Estava envergonhada pelo meu atraso na review de House, só que após assistir “We need the eggs”, percebi que se os caras não estão levando nada a sério, por que eu deveria?

Faltando poucos episódios para o final da temporada, House peca mais uma vez em forçar um caso ao máximo do absurdo para que ele acompanhe a cabeça maluca do médico ranzinza.

Continue lendo

Com um amigo assim…

11 abr

Série: House
Episódio: #16 – Gut Check
Temporada: 8ª
Exibido em: 9/04/2012
Canal de Exibição: Fox
Spoilers: Sim
Estrelas: 2,5 em 5

No meio do caminho tem sempre uma pedra, ou milhares no que diz respeito às últimas temporadas de House. Depois de uma série de episódios interessantes, a série volta a apelar para o filler forçado e os casos bestas. É missão impossível tornar Taub suportável por dois episódios.

Continue lendo

Questão de honra

6 abr

Série: House
Episódio: #15 – Blowing the whistle
Temporada: 8ª
Exibido em: 2/04/2012
Canal de Exibição: Fox
Spoilers: Sim
Estrelas: Para a nossa alegria, 5 em 5

É com um prazer imenso que começo essa review de House.  O episódio dessa semana provou que a série está melhorando, que vamos sentir muita falta dela e que os plots envolvendo o exército são certeza de sucesso.

Quando um soldado delator dá entrada no hospital, a equipe de House precisa descobrir se ele está mesmo em perigo de vida ou só está fingindo para não ser preso.  Enquanto isso, os dias de vida do médico ranzinza podem estar contados devido ao seu vício em Vicodin.

Continue lendo

O amor é cego

3 mar

Série: House
Episódio: #14  – Love is Blind
Temporada: 8ª
Exibido em: 27/03/2012
Canal de Exibição: Fox
Spoilers: Sim
Estrelas: Com bom humor, 3 em 5

O nome do episódio de House resume bem a história da semana e minha opinião dos defensores de que a série está “no melhor momento”. Mesmo não sendo os piores minutos da temporada, os 40 dessa semana foram enfadonhos e previsíveis.

Continue lendo

Lisa Edelstein não retorna para House

28 fev

Os fãs de House que torciam pela participação da atriz Lisa Edelstein no final da última temporada receberam uma notícia triste hoje.

De acordo com o site TVLine, fontes confirmam que Cuddy não terá a tão esperada reunião com House. Ao longo dos últimos meses, David Shore, criador da série, manifestou que amaria uma participação da atriz, mas ela em momento algum confirmou presença ou interesse no retorno.

Continue lendo

Pé no saco

24 fev

Série: House
Episódio: #13 – Man of the House
Temporada: 8ª
Exibido em: 20/02/2012
Canal de Exibição: House
Spoilers: Sim
Estrelas:  3 em 5

Não se preocupem, o título é só uma brincadeira com o caso da semana. Apesar do modo morno de House não me agradar, há coisas piores.

Nesta semana, a equipe do médico ranzinza trabalhou no caso de um palestrante com pouco testosterona no corpo. Joe costumava ser um macho man, tomou uma surra – e várias joelhadas naquele lugar que vocês estão imaginando -, começou a fazer palestras de orgulhar qualquer feminista, mas agora está doente pela falta de hormônio e glutén. O caso foi interessante e gerou bons diálogos entre House e a equipe.

Enquanto o caso não era solucionado no último minuto do episódio, o nefrologista tentou provar para o Serviço de Imigração Americano que Dominka  – prostituta com a qual ele casou na temporada passada – era de fato sua esposa. A história ironiza o nome do episódio, já que House perdeu o controle da própria casa e vai ter que viver com a mulher por no mínimo 6 meses.

Difícil imaginar – e preocupante – o desfecho se apostarem nessa abordagem, já que House deu alguns indícios de se interessar por esse novo status de “casado-de-mentirinha-vivendo-juntos”. É arriscado um novo envolvimento amoroso quando a história com Cuddy ainda é tão recente e mal resolvida. Não é questão de desejar a solterice eterna de House, só precisam desenvolver muito essa história para que ela seja digna de um desfecho da série. Se for somente mais um alívio cômico, ok! A minha aposta ainda é num romance/envolvimento filler e no final trágico do médico.

Além do empenho em ajudar a ucraniana a permanecer na terra do tio Sam, House coloca a equipe para lutar por uma vaga de liderança. Está aí outra explicação para o nome “Man of the House”, porque o chefe passa os 40 minutos sendo paparicado e disputado devido ao posto de trabalho. Ele ainda é o “cara”!

Bons diálogos e um caso interessante. Não adianta mais reclamar pelo que já foi, mas aceitar o que nos guia para o final. Não está ruim, mas não é possível dizer que é o melhor que podem fazer.

Confira a promo do próximo episódio, que traz de volta a atriz Diane Baker como mãe de House:

 

 

Chase

15 fev

Série: House
Episódio: #12 – Chase
Temporada: 8ª
Exibido em: 13/02/2012
Canal de Exibição: Fox
Spoilers: Sim
Estrelas:  4 em 5

Marcar a data de encerramento da série realmente fez muito bem à House. Sem o peso de enrolar mais 2 ou 3 temporadas com storylines absurdas ou ‘embromation’, os roteiristas parecem finalmente estar caminhando para um desfecho com personagens e histórias. Já recebi muitas críticas pela minha exigência nessa evolução de uma das séries mais bem-sucedidas nos Estados Unidos e mundo, muitos comentários de que deveria me contentar com os casos da semana, porque House é somente uma série médica. Discordo! House é drama e não esteve no ar por tanto tempo só porque explorou e desenvolveu as doenças mais absurdas e/ou interessantes das séries desse estilo. A série é mais do que isso e ‘Chase’, episódio dessa semana, provou minha teoria.

Nesta segunda os telespectadores puderam acompanhar os passos seguintes ao acidente que deixou Chase entre a vida e a morte, além de colocar House em uma situação que há muito não via, implorando desculpas. Enquanto busca a cura para uma freira prestes a fazer os votos, o ex-marido de Cameron se apaixona pela paciente, argumenta sobre fé e é perseguido pelos colegas preocupados com o comportamento ‘a la House’ que o colega anda demonstrando.

Não dá para criticar um diálogo sequer entre House e Chase ou o envolvimento de cada personagem para o desfecho da história do médico australiano. Dentre o episódio inteiro, gostaria de destacar o final muito bem escrito. Escolhas, religião, amor, rancor, tudo vem à tona em uma conversa de poucos minutos entre House e Chase, e por alguns momentos você sente o princípio de cansaço e a autocrítica do médico. Para quem defende que House é House, quão frustrante foi testemunhar o desespero dele em colocar um dos seus fora do caminho já trilhado por ele. Desenvolvimento e evolução explícitos. Não é há algo inédito na série, somente há muito esquecido.

O único motivo de classificar ‘Chase’ com quatro estrelas é pura antipatia ao Taub. Nesse episódio ele e House ficaram com joguinhos para testar as aulas de autodefesa do judeu e, embora eu entenda esses toques de humor para aliviar o clima do episódio, o personagem é tão chato que não dá para desfrutar desses minutos leves. Mantenham o Wilson para essas partes bobas.

Surpresa com a expectativa para o próximo episódio e a saudade que já começa a bater. Nem sempre o anúncio de um término é ruim. House ensina mais essa.