Raspas e restos me interessam

12 mar

Série: The Mentalist
Episódio: #17 Cheap Burgundy
Temporada: 4ª
Exibido em: 08/03/2012
Canal de Exibição: CBS
Spoilers: Sim
Estrelas: ZzZZz em 5

Patrick Jane te enrola.

Entender o motivo de eu ainda acompanhar The Mentalist é sempre um desafio. A história continua fraca, rasa e com pouca ação.

O episódio de número 17, que carrega o nome de Cheap Burgundy, vem exatamente afirmar o que eu já venho pensando sobre a série: Insossa. O enredo mantém o ritmo lento com a história eterna de Red John e, durante os quarenta minutos, a melhor solução é tirar aquela soneca.

O episódio começa com um crime, como sempre, a variante desta vez vem pelo fato de haver dois casos paralelos. O investigado pela CBI e liderado pela agente Lisbon, e outro, vinculado ao FBI, que ficou sobre o encargo da agente Susan Darcy (interpretada por Catherine Dent). A detetive, que já apareceu na série algumas vezes e vem mostrado algum interesse sobre Jane e a relação conturbada com Red John, volta de novo com um pretexto para ficar perto do sorrisinho delicia de Jane.

Nessa divisão de casos, Jane vai acompanhar Darcy para tentar desvendar um caso de envenenamento. Já os meninões que trabalham com a Teresa Lisbon tentam encontrar o responsável pela morte de uma jovem que frequentava algum tipo de site de relacionamento baseado em Shakespeare.

Pífio? Sim, mas se você já assistiu três temporadas e meia desta delícia sabe exatamente que tempero é coisa rara na série. Então, continuemos:

No meio da confusão de dois caras paralelos, Jane leva a melhor e resolve ambos o caso. A parte isso, descobre-se que a Darcy estava interessada em se aproximar de Jane por um único motivo: saber se Red John estava realmente morto, ou não.

Patrick deixa escapar que o mega vilão ainda pode estar vivo, mas não abre detalhes. Com a recusa do protagonista em dar mais informações a agente pressupõe que Jane e John são comparsas de crime.

Em suma, é isso.
E vem comigo porque a CBS lançou dois episódios seguidos e eu vou assistir o 18° (Ruddy Cheeks ) na expectativa de um episódio excelente. (Ou um bem meia boca, porque em The Mentalist, eu me contento com pouco. Muito Pouco.)

Obs: Além de Lisbon, Jane e Darcy ninguém mais apareceu na trama.

Uma resposta to “Raspas e restos me interessam”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Aquela do detetive drogado « No último episódio - 13 de março de 2012

    […] o episódio que traz o nome de Ruddy Cheeks foi melhor do que o último (Cheap Burgundy, que você confere aqui) mas ainda passa longe de uma série que você fica ansioso esperando pelo episódio […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: