Because I’m bad…

10 mar

Série: Smash
Episódio: #5 – “Let’s be bad”
Temporada: 1ª
Exibido em: 4/03/2012
Canal de Exibição: NBC
Spoilers: Sim
Estrelas: 5 em 5

Os fãs reclamando que Smash estava muito boazinha foram surpreendidos essa semana por maldade por todos os lados. Traição, inveja e até sexo ruim rolaram em “Let’s be bad”, tudo acompanhado de boas apresentações.

O grupo segue com os ensaios para o Workshop Marilyn e Derek decide testar os limites de Ivy, alimentando a insegurança que a loira sente por Karen e fazendo-a tomar aulas de canto com a rival. Enquanto isso, Julia e Michael caminham novamente para a estrada do adultério e Eileen perde ainda mais bens para seu ex-marido, dessa vez na forma de ex-aliados/funcionários.

Continuando o desenvolvimento, Smash fez um excelente episódio trazendo à tona o dark side dos personagens. Grande, antiga, mal-compreendida ou inofensiva, a maldade esteve presente nos 40 minutos da série de forma inteligente nas ações de Derek, na dor de cotovelo de Ivy e até na crise de rebeldia de Leo.

Além disso, foi possível participar na discussão de mais um aspecto da vida de Marilyn Monroe: a figura feminina usada e apreciada pela “embalagem”, não pelo conteúdo, e o peso disso para Monroe.  A apresentação da original “Let’s be bad” é tão cheia de significado e bem interpretada por Ivy que mesmo depois de sofrer com a inveja e insegurança abundantes dela, ainda é difícil aceitar que Karen é melhor no papel de Marilyn.

Falando na protagonista, foi interessante acompanhar o despertar sensual da boa moça durante “It’s a Man’s Man’s World”. E a discussão feminista e ingênua seguida da apresentação com lingerie é importante para sustentar os argumentos daqueles que defendem a importância dela representando a fase Norma Jeane de Monroe, mas também sendo capaz de interpretar a bomba que foi Monroe. Para os críticos da falta de atitude e sex appeal de Karen até o momento, a cena abriu possibilidades para torcer mais por ela no futuro.

Essa nova fase da morena também certamente trará ainda mais discussões entre as candidatas aos holofotes do musical. Como Marilyn já dizia: “Mulheres comportadas, raramente fazem história”. Torço por muito mais malcriações de todos!

Destaque para a torcida pelo casal Julia e Michael e o cliffhanger bem bacana no final do episódio envolvendo eles. O drama só está começando…

Curioso para o próximo episódio? Assista a promo de “Chemistry” aqui!

*Texto de Giuliana Bianchini

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: