Sobre novela mexicana e chave de perna

24 fev

Série: The Mentalist
Episódio: #15 War of the Roses
Temporada: 4ª
Exibido em: 16/02/3012
Canal de Exibição: CBS
Spoilers: Sim
Estrelas: 2 em 5


Que uma mulher bonita move muitas montanhas, já sabemos. O que não sabíamos é que até Patrick Jane (o encantador protagonista de The Mentalist) também cairia nessa. Com toda uma postura assexuada, movida pelo amor eterno pela esposa assassinada, Simon Baker , que interpreta Jane, sempre mostrou muitas características interessantes, mas a de apaixonável, não.

No último episódio da série, no entanto, as coisas mudam de lugar. A trama da semana, que carrega o nome de War of the Roses traz de volta Erica Flynn, (interpretada pela Morena Baccarin  que já apareceu em outros episódios de Mentalist,  e vai aparecer em  Good Wife).

Na saga semanal, Flynn, que está presa (ela foi presa na última temporada por assassinar o marido) sai da prisão (induzida por Jane) para ajudar a solucionar o caso da CBI da semana.

A Lisbon, por sua vez, fica irritadíssima e não concorda. Como sempre, a irritação não serve de nada e Jane consegue tirar a mocinha bela da cadeia. O caso em si não é muito interessante. Trata-se do assassinato de Natalie Gibecki, que trabalhava em um reformatório.

Paralelamente ao caso em si, começa a trama sobre a saída de Erica da cadeia. Teoricamente, a moça sairia apenas para ajudar no caso, mas Jane, desde o principio, percebe o interesse dela em fugir da prisão.

Em um jogo de manipulação entre os dois, o telespectador não sabe, até os últimos minutos, se a moça vai conseguir fugir ou não.

Dado ao histórico sagaz de Patrick, eu imaginei, que ela não conseguiria.

Mas AHÁ! É ai que você se engana! (E acreditem, isso é máximo de emoção que o episódio traz) a moça faz um plano todo mirabolante e consegue enganar policiais e não voltar para a prisão.

No final do episódio ela liga para Jane de uma ilha paradisíaca qualquer, dizendo que foi ótimo vê-lo. O bom moço, por sua vez, jura que irá captura-la.

Na minha opinião? O episódio foi novelinha demais. Menininha demais.

E à parte tudo isso, mas não menos importante, durante este episódio rola uma bitoquinha do Jane na Erica

E digo bitoquinha porque foi bem sem graça.

Mas tudo bem, se eu quisesse ver uns fortões pegando de jeito as menininhas, veria supernatural. E, olha só, não é que eu vejo?

Ah!! Tem também o lance do Ribsby ser papai, e toda a história da gravidez da nova namorada é meio superficial, me parece meio enfiada guela a baixo do telespecator. Quanto ao Cho e a Loirinha ruiva, cujo nome eu nem lembro agora, duas ou três falas, beijo, sai do set de gravação.

Uma resposta to “Sobre novela mexicana e chave de perna”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Sobre personagens que não sei quem são « No último episódio - 28 de fevereiro de 2012

    […] da volta da dondoca no último episódio (que você confere aqui) Bruno Hellder, que dirige a série, trouxe outro personagem das temporadas passadas. A principio, […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: