O que você perdeu em: The Glee Project

14 fev

The Glee Project é mais uma produção assinada por Ryan Murphy (“Nip/Tuck”, “Glee”, “American Horror Story”), cuja meta de ter um programa em todas as emissoras americanas está indo de vento em popa. O TGP, por sua vez, pertence a um canal que ninguém antes tinha ouvido falar, o Oxygen, talvez por isso mesmo essa maravilha de reality passou batido por muita gente. Para reparar essa injustiça, vou listar os melhores e piores momentos do puxadinho de Glee mais amado por mim, isso mesmo.

Tudo começou com quarenta mil pessoas de todas as partes do mundo, inclusive do Brasil, claro, inscrevendo-se no tal programa que iria doar um arco de 7 episódios para um desconhecido qualquer, em Glee, que já tinha uma fila quilométrica de convidados a espera de uma doação também. Por essas e outras, vide o vídeo dos “contenders” arruinando cantando Firework ao vivo, The Glee Project sofreu rejeição pelos próprios fãs de Glee antes mesmo de ir ao ar.

Adoraria dizer quais são os “critérios” de avaliação do programa, mas eu não sei até hoje!! Nem o próprio Ryan Murhy sabia, para falar a verdade, o que deixa tudo mais emocionante. O fato é que o programa soube reunir, como nenhum outro, drama, comédia e puxadas de tapete que deixariam qualquer um PAS-SA-DO. Valia tudo para entrar em Glee, esse, inclusive, era o mantra da Lindsay, contender que vivia perigosamente no maior estilo Rachel Psycho Berry , alcançado notas altas e jogando muito, mas muito baixo. Eis algumas das peripécias da moça: beijou moços indefesos, espalhou que uma das concorrentes era BV, afirmou que o programa tava fácil demais, tão fácil que ela nem se sentia numa competição e, a minha preferida, forçou um choro para Nikki Anders, a mentora mais debochada do mundo, só porque Alex, o contender insuportável  que consegue ser mais afetado que Kurt,  havia se emocionado um pouco antes.

Lindsay Pearce e Alex Newell

 Mesmo com essas “belezas” de personalidade de Lindsay e Alex, não tinha para ninguém, o bromance de Damian e Cameron roubava o coração dos jurados e do público. O que dizer de Zach Woodle, o mentor-coreógrafo, que nutria uma preferência explícita pelos dois e que ficou desolado depois que Cameron, claramente o futuro campeão do programa, desistiu de tudo para abraçar o estilo de vida cristão-alternativo, e a namorada, claro. Outros participantes ajudaram a engrossar o caldo apimentadinho do TGP: a Adele sem voz, Hannah, que era apaixonada por Damian; Matheus, o brasileirinhozinhozinho  metido a gostosãosãosão;  A Emily-torçam-por-ela-no-Idol, que protagonizou juntamente com Lindsay a briga de bitches mais deliciosa  da TV do meu PC; e RestoDoCast,  o contender que até tinha uma boa voz, que até atuava bem, mas que não causou no programa, tornando-se irrelevante, pelo menos para mim.

Damian McGinty e Cameron Mitchell

Claro que TGP não estaria na minha lista de programas preferidos se não fosse por ele, Titio Ryan Murphy, que deu o ar de sua graça no reality para julgar debochar e bater o pezinho nas decisões finais, que contavam com os três piores contenders de cada episódio, escolhidos por Nikki, Zach, e Robert Ulrich, outro mentor paga-pau de Dameron (Damian + Cameron). A bagaça toda terminou doando 2 episódios para Lindsay e Alex, 7 episódios para Samuel (Who?) e infinitos episódios para Damian, que já está em Glee há séculos disputando o canto com Tina (Who²²²²²²?).

Os quatro ganhadores do The Glee Project: Damian, Samuel, Lindsay e Alex

A segunda temporada de The Glee Project já está sendo gravada e vai contar com a participação de Lea Michele na season premiere. Até lá!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: