Ops, não é Dexter!

3 abr

Série: Criminal Minds: Suspect Behavior
Episódio: #7 – Jane
Temporada:
Exibido em: 30/03/2011
Canal de Exibição: CBS
Spoilers: Sim
Estrelas: 4 em 5

O último episódio de Criminal Minds: Suspect Behavior foi muito bom. Meu primeiro 4 estrelas da série, que até o momento está dando dor de cabeça de tão ruim que é. E não foi por méritos da equipe de Sam Cooper que eu avaliei ‘Jane’ tão bem, mas porque o serial killer dessa semana é simplesmente muito criativo, digno da faca do Dexter! Certeza que se o ‘assassino de serial killers’ ainda fosse um cara decente e a Lumen nunca tivesse acontecido (assim como a quinta temporada) acredito que ele acabaria com a raça daquele mecânico louco. Mas essa é outra crítica, outra série…

A história começa com um rapaz tentando ser um bom samaritano e sendo dilacerado na jugular. Ao que tudo indica ele foi testemunha de um sequestro, e logo a polícia liga esse caso ao de outras mulheres que desapareceram na região. A equipe de Cooper é acionada e começa a trabalhar no caso, que é extremamente perturbador. Eis que descobrem que o assassino pega as mulheres e faz com que elas percam a circulação de algumas partes do corpo, depois as esquarteja, encobrindo seu crime ao misturar as partes delas com cimento. O despejo é feito em um lago e a ideia lembra bastante uma das cenas de Dexter, até o latão parece igual.

Desculpem se choquei alguém com os detalhes acima, só que tenho que justificar minhas 4 estrelas, e foi esse processo que me cativou ao longo dos 40 minutos. Mas não serei injusta, achei a investigação desse episódio mais organizada, com direito até a perfil para a polícia local. Além disso, os familiares das vítimas foram muito importantes para grandes cenas, e nem o olho caído do Forest Whitaker (Cooper) conseguiu me irritar nessas cenas. Cooper que até largou o terço e teve um surto violento, quase matando o serial killer da vez. Palmas pra ele também pelo grande final na interrogação do assassino, a humilhação infligida foi ainda mais dolorosa que o mata leão que ele tinha dado no cara.

No episódio dessa semana percebi uma característica de Suspect Behavior que ainda não tinha comentado: muitos episódios vão além da prisão do criminoso, há também uma interrogação. E geralmente são boas cenas estas que Sam Cooper coloca seu mode ‘bastard’ on, humilhando e irritando os ‘malvados’ do episódio.

Em resumo, um excelente assassino, boa investigação e um sinal verde para assistirem ‘Jane’. Sei que nem mencionei o restante da equipe do Cooper, mas é que eles são o menos legal de toda semana. Fazer o quê?

**’Another Day’, do musical Rent, porque estou viciada**

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: