Traficantes também amam ou a verdade sobre o medo

1 abr

Série: The Good Wife
Episódio: #17 Ham Sandwich
Temporada:
Exibido em: 25/03/2011
Canal de Exibição: CBS
Spoilers: Sim
Estrelas: 3 em 5

Com as várias perguntas que o ultimo episódio deixou – o fim da parceria de Lockhart&Gardner com Bond, os mistérios de Kalinda e o jogo político de sempre -,  o novo capítulo começa com a expectativa de respostas, que chegam e impressionam no fim da história. Ou seja, para os mais desavisados, cuidado com os spoilers.

A trama do episódio se divide em dois casos paralelos, que em determinado momento se cruzam. Bishop volta a aparecer e, após a separação do escritório e as garantias de Will e Diane em representá-lo no que for necessário, ele resolve ficar com a Lockhart&Gardner e apresenta um novo problema no qual precisará da ajuda dos advogados: seu divórcio.

Conforme é comentado no episódio: “Até traficantes sofrem de amor”. Apesar dos pedidos de reconciliação de Bishop, sua esposa, Kat, após descobrir que ele a traia, contrata um advogado para conseguir o divórcio e sair com a parte que lhe deve dos negócios do marido.

Ao mesmo tempo, a relação de amizade entre Alicia e Kalinda vem se desenvolvendo. Quando Kalinda é intimada a depor no grande júri, incriminada de repassar informações, pede a Alicia que a represente durante seu depoimento. Na primeira visita ao tribunal, Alicia orienta Kalinda a invocar a 5º emenda toda vez que é questionada, desse modo ela pode se isentar de responder e se incriminar. No entanto, durante o questionamento, Kalinda percebe que ela não é o foco das acusações, que parecem recair sobre o escritório Lockhart&Gardner. Com esta nova informação, Diane e Alicia pedem a Will que converse com Blake. O segundo detetive da Lockhart&Gardner também foi chamado ao grande júri, mas conseguiu imunidade ao contribuir com a investigação. Em mais um dos mistérios da série, Will diz que pagou sua dívida com Blake e que o assunto havia terminado.

Ainda trabalhando como detetive no caso de Bishop, Kalinda descobre que Kat estava tendo um caso com um funcionário. Bishop que, até então, buscava se reconciliar com a esposa, age de forma bastante calma quando anunciam no dia seguinte, durante a audiência, que Kat foi encontrada morta. Caso desfeito, Beshop fica com o dinheiro, a guarda das crianças e nenhuma culpa.

Enquanto isso, em outro tribunal da cidade de Chicago, Kalinda é chamada novamente para depor depois de Blake ter levantado mais suspeitas sobre ela. Mas durante os questionamento, em certo momento, Kalinda começa a responder as perguntas de Cary e a falar sobre as acusações, para o espanto de Alicia.

Kalinda aproveita as ‘bem encaixadas’ perguntas de Cary para comentar o romance de Kat com um possível funcionário de Bishop, Blake, que fazia parte da segurança do ‘empresário’. Ela ainda afirma que dificilmente Blake voltaria ao tribunal depois da morte de Kat, o que de fato acontece.

Antes de comentar as últimas e importantíssimas cenas do episódio, alguns comentários sobre o resto do elenco, a parte chata e entediante de The Good Wife.  A filha de Alicia, Grace, continua assistir os vídeos do grupo cristão “sementes de mostarda”, em que um jovem prega que Jesus era negro. Ao descobrir que Eli está impedindo que seu irmão seja visto junto com a namorada negra durante o discurso do pai na escola, Grace conta para Alicia sobre as intenções de Eli – excluir os negros da campanha de Peter Florick para conseguir votos dos conservadores. Eli e Alicia discutem sobre manobras políticas. Eli reclama de estar tentando proteger os filhos de Peter da exposição enquanto Alicia o obriga a colocar o filho ao lado do pai durante o discurso. Briga de egos e prontofim.

Bom, vamos lá, últimas cenas, clímax do episódio! Alicia e Kalinda estão bebendo tequila no bar, conversando sobre como a vida dá voltas e como ambas mudaram. As duas têm se tornado cada vez mais próximas e Kalinda parece só conseguir se abrir com a nova amiga. Kalinda comenta então que gostaria de ter a conhecido antes, Alicia diz que era outra pessoa antes e que Kalinda não teria gostado dela. Nesse momento, Kalinda recebe uma mensagem de Blake pedindo para encontrá-la. Alicia se espanta com a ousadia do pedido e Kalinda despreza a mensagem.

Eis que Kalinda aparece no estacionamento e pega seu taco de Baseball antes de encontrar com Blake. Durante a conversa que se segue, uma revelação inusitada, mas longe de solucionar os mistérios que rondam Kalinda (ou Leela?). Blake diz que após muita investigação sobre Leela, descobriu que o importante não era porquê ela tinha trocado de nome, mas quem a tinha feito trocar de nome. No caso, essa pessoa é Peter Florick, com quem Kalinda dormiu para retribuir o favor. Fato descoberto, Blake entende quem é a pessoa que Kalinda mais teme… Alicia.

Uma resposta contra as 387 novas questões levantadas em The Good Wife. E o suspense continua a reinar…

3 Respostas to “Traficantes também amam ou a verdade sobre o medo”

  1. Paula Cristina 1 de abril de 2011 às 02:26 #

    Bem vinda =)

  2. gabi 16 de junho de 2015 às 10:08 #

    Amei tudo isso pq pensei q meu namorado não gostava d mim😕😂😂😂agr sei q ele ama 😻💞💖💝💕😘💗

  3. gabi 16 de junho de 2015 às 10:08 #

    Amei tudo isso pq pensei q meu namorado não gostava d mim😕😂😂😂agr sei q ele ama 😻💞💖💝💕😘💗

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: