De volta ao morno…

2 mar

Série: House
Episódio: #14 –Recession Proof
Temporada:
Canal de Exibição: Fox
Estrelas: 3 em 5

Enquanto a ‘Treze’ não volta, os episódios de House continuam sem surpreender e empolgar. Recession proof, que foi ao ar nesta última segunda-feira manteve o mesmo desempenho dos outros.  Salvo o brilhante Two Stories, todos os episódios dessa temporada trazem a mesma fórmula: mostrar o House lutando contra o jeito ‘ogro’ dele e/ou as outras pessoas duvidando das boas intenções dele com a Cuddy; colocar um novo caso para equipe e ter a certeza que a pessoa é meio vacilona, assim a Master pode dar bastante lição de moral; e reduzir o Wilson ainda mais à condição de BFF chato e deprê do nefrologista.

Uma vez explicado isso, vamos a história. Um homem aparece com uma ‘alergia’ sem explicação e a equipe precisa desvendar a doença, enquanto descobre que ele esconde um grande segredo da esposa: o terno executivo é só fachada! Ele na verdade faliu e está tão desesperado por dinheiro que trabalha até limpando o sangue de cenas de crime. Claro que o caso mais do que serviu para a Masters ser insuportável. Sobrou até para o Chase, que por alguns minutos pareceu sentir uma pontada de tristeza pelo casamento falido. Já era tempo!

Enquanto isso, Cuddy conta com a companhia de House no baile benificente do hospital, só que as apostas são altas se o médico vai aparecer no evento ou mesmo se controlar para não destruir a noite que a diretora do hospital receberá até prêmio.

Dei uma estrela a mais pelo episódio só pelo final dele. E se enganam os que acham que é pelo desfecho do paciente, que até foi um caso interessante em relação aos outros da temporada.  Na verdade, o que aumentou a minha satisfação com Recession Proof foi a reflexão final do médico. Fiquei contente dele chegar à conclusão de que é um médico pior quando está namorando Cuddy. Até porque concordo que ao invés de prestar atenção no paciente, ele passa o tempo inteiro envolvido em tarefas bobas para se livrar de algum compromisso com a namorada ou em dar uma razão para o Wilson ainda estar na série.

E House garante que sempre escolherá o amor pela namorada, acima da própria profissão (claro que a declaração veio depois dele desapontar outra uma vez!). E por mais que meu coração romântico ache uma graça tudo isso, me pergunto por quanto tempo vou conseguir acompanhar o médico ranzinza, deixando de lado a insatisfação com essa temporada. Mas ainda há esperança de conseguirem criar um ambiente em que um House apaixonado é uma fórmula que rende boas histórias, como em Two Stories.

**ao som de ‘I see the light’, canção do filme Enrolados**

2 Respostas to “De volta ao morno…”

  1. Noemi Amaro 12 de março de 2011 às 02:14 #

    Eu ri qdo comecei a ouvir a trompete – há!

    Gostei do episódio, foi triste a história do paciente, me comovo com essas coisas..toda a questão de mentir pra esposa pra poderem levar uma vida ‘digna’ e tals e achei fofo o final (pega este coração romântico).

    eu sempre digo: House é foda!

  2. Wendell 22 de abril de 2011 às 17:07 #

    mutchatchos avante

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: