A fórmula é a mesma. E só.

19 fev

Série: Criminal Minds: Suspect Behavior
Episódio: #01 –Two of a Kind
Temporada:
Canal de Exibição: CBS
Estrelas: 3 em 5

Francamente eu nunca fui muito fã de spin-off. A impressão que me dava cada vez que um novo CSI foi lançado era apenas de um interesse desesperado de emissoras tentando fazer dinheiro se multiplicar.

Apesar da minha primeira impressão, spin-offs, em geral, dá certo. Chegada a vez da série Criminal Minds ter sua própria surcusal, a equipe que liderada pelo vencedor do Oscar Forest Whitaker (no papel de Sam Cooper) enfrenta seu primeiro desafio e dá vida ao episódio primogênito  da primeira temporada de Criminal Minds: Suspect Behavior.

Com o titulo de Two of a Kind, a série que estreou no último dia 16 vem com o mesmo ritmo já conhecido em Criminal Minds, além da mesma dinâmica de crimes e suspeitos. A decepção fica por conta das frases de efeito que aparecem no Criminal Minds original. O que eu achei uma pena, confesso.

Ainda é difícil afirmar quão boa a série será, mas nesse episódio, a trama é boa e os agentes investigam o sumiço de duas crianças, uma negra e uma branca, num curto de período de tempo. Nada muito diferente dos caminhos já tão conhecidos pela seis temporadas de Criminal Minds.

Sem a medida de comparação quanto ao texto e linguagem da série – até porque vale destacar que, além da Garcia (interpretada por Kirsten Vangsness) o spin-off é escrito e dirigido pelo mesmo elenco executivo do original, o que criou um a identificação saudável entre os dois seriados.

No entanto, ainda será necessário mais algum tempo até que cada um dos personagens se apresentem, e criem laços os espectadores. Conservadora que sou, assisti a série procurando um Reid, um Morgan e um Hotchner, nossos queridinhos do BAU.

Vale o destaque para o personagem vivido por Michael Kelly. No enredo, John, agente provisório do FBI mostra sinais de um instinto violento e revela ao espectador desde o começo do episódio que esteve na prisão por assassinar um suspeito.

Dos outros quatro personagens, pouco dá para arriscar dizer. Ainda sem espaço para mostrar seus pontos fortes e fracos, a agente Beth Griffith (Janeane Garofalo), é a mais nova do time, recém chegada do FBI; O ex-soldado das forças especiais britânicas, Mick Rawson (Matt Ryan); e Gina LaSalle (Beau Garrett) conhecida por sua aguda percepção, inteligência e charme.

De maneira geral, o primeiro episódio foi um começo com o pé direito. Se nos despirmos de todo carinho e protecionismo que temos com os personagens das séries oriundas  e nos predispormos a aceitar a nova série, creio que todos teremos mais um compromisso semanal.

Estou disposta a marcar na agenda mais um compromisso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: