Explosões, fugas e saia curta

9 nov

O desafio dessa semana não foi tão desesperador. Começamos com uma série remake de um sucesso dos anos 90, a espiã raivosa Nikita. Para situá-los na história não são necessárias algumas linhas: ela era uma fora da lei, foi capturada, treinada pelo FBI para ser uma versão com mamas do Chuck Norris, depois o mesmo governo que a empregava, tentou matá-la e a traiu. A partir de então ela deseja destruir seus criadores, com muitas explosões, brigas absurdas e sarcasmo.

Em comparação com a primeira versão da espiã, as madeixas loiras foram trocadas por longos cabelos negros e olhos puxados, mas a versão de 2010 tem tanta ação quanto a do passado. A série é mais apelativa sexualmente, e a Nikita oriental beira os cine privês da madrugada no vestuário, mas a trama tem um certo suspense e prendeu a atenção durante alguns momentos. Além disso o cliffhanger do final não só faz uma vontadinha para ver o próximo episódio, mas aponta um rumo diferente na história da série antiga. Ao que tudo indica, Nikita vai dividir os socos, e a atenção babada da população masculina, com outra pessoa, a bela e novata Alex.

Uma série para um domingo a tarde que eu não tenha mais o que fazer, nenhuma outra coisa para assistir ou esteja desesperada para me vingar de alguém. Dificilmente é algo que eu vá assistir novamente, mas os bons efeitos da série me tiraram um pouco o preconceito dela. É tudo aquilo que eu nem curto, porém algo que eu posso queimar algum tempo sem reclamar, caso não tenha outra alternativa.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: