Um bom episódio para um trocadilho infame

8 nov

“Eveything is Illumenated” é o nome do episódio 6 Dexter, que veio apenas para provar o óbvio: Lumen (e Julie Stiles) veio pra ficar e, finalmente, nosso serial-killer favorito comprou a história da menina. Bacana – serviu para o Dexter ter seu momento flashback da banheira.

No entanto, Dexter que fique esperto: Quinn e seu comparsa estão bem espertos e atentos à investigação – “Are you fucking his sister?”. Debra Morgan tem um faro danado para relacionamentos que dão errado…

Episódio bem elaborado, trouxe de volta as gracinhas de Masuka e a tensão (ainda chata…) entre Laguerta e Baptista. E falando nele, sinto falta do detetive boa praça e benevolente das temporadas anteriores – agora ele só me parece um panacão. Mas tudo bem, faz todo sentido: mesmo sendo legal pra caramba, o Baptista já começa na primeira temporada de Dexter lidando com o divórcio da esposa, então não dá pra acusar inverossimilhança.

Eu já estou vendo rolar um casal Dexter e Lumen – como ficaria a cabeça de Dexter? Talvez, aí sim, tudo ficaria… Ilumenado. Porque me parece proposital demais que uma personagem feminina, única pessoa da série que sabe do segredo Dexter, seja batizada com o mais próximo ao oposto de O Passageiro Passageiro. Lumen, Dark Passenger? O futuro dela pode ser a morte, mas até isso poderá ser vida – e história – para Dexter.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: