Alicia e a força da meia idade.

20 out

Certo, todo mundo ri quando eu conto que acompanho, fielmente, The Good Wife. Podem chamar de dramalhão de meia idade, pode chamar de mais do mesmo. Não me importa. A Saga de Alicia Florrick (Julianna Margulies), que vive a boa esposa de um político de índole duvidosa que foi pego em meio a um escândalo sexual, para mim, é memorável.

Primeiro porque fazer séries sem o padrão jovial, com blusas decotadas e corpos sarados merecem, por si só, elogios. Depois, porque a história é bem amarrada, tem um dos melhores roteiros da TV americana, e conta ainda com conflitos reais de um casamento. E o melhor é que não termina por ai, há algum tempo o drama central da história deixou de ser apenas o casamento de Alicia e virou aulas sobre a tênue linha entre o bem e o mal dentro da justiça norte americana. Some a isso uma característica que muito me interessa em séries: personagens ambíguos. Todo o elenco de apoio possui virtudes e defeitos estampados, todos vivem crise de ética, pecam, e fraquejam. Pra mim? Ponto positivo.

No último episódio exibido pela CBS, com traz do nome de Double Jeopardy/Breaking Fast, Alicia fica, mais uma vez, na difícil posição de boa esposa perante os holofotes, na tentativa de simular uma família perfeita. O toque especial para série foi a chegada do irmão de Alicia: Owen. Gay, boa pinta e bem articulado, o irmão vem para mexer com a solitária vida de Alicia.

A entrada do irmão, além de um respiro para a vida dentro do escrito em que Alicia trabalha trouxe fôlego para a relação política que envolve Alicia, seu esposo e filhos. Acusado de homofobia, Pete terá que provar (para conseguir alianças políticas) que é simpático a causa dos gays.

Já prevendo alguns surtos psicóticos, ouso dizer (e talvez só ouse porque é sempre muito divertido irritar as pessoas) que a The Good Wife é As Pontes de Medison da TV. Drama coeso, história forte, conflitos constantes… Um dia faço um post exclusivamente para traçar um paralelo.

E, ah,  mesmo não tendo um Clint Eastwood protagonizando, tem Juliana Margulies, vencedora do Emmy 2010 estrelando a série, e  no elenco de apoio, também recebendo um Emmy, Archie Panjabi (que vive a investigadora particular Kalinda)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: